Infâmias

Sarcasmo, ironia e acidez

Mulheres gremlin: você ainda vai ter uma!

Posted by Sátiro em setembro 27, 2008

A Bem Resolvida, uma moça que escreve um blog fodástico (mas proibido pra menores), escreveu um post muito simpático sobre uma conversa que tivemos a respeito de mulheres e relacionamentos. A minha resposta acabou ficando tão grande que resolvi transformá-la num post sobre o assunto. Acabei recomeçando a pensar num projeto que me ronda há algum tempo, criar um blog pra falar das minhas opiniões sobre um ou dois assuntinhos, já que o Infâmias é um blog feito essencialmente pra falar merda; como não sei se eu conseguiria manter a regularidade dos posts, então por hora vou fazer uma pequena zona e postar aqui mesmo.


Tudo bem, amor; você sabe que eu não implico com isso!

Porque as mulheres se parecem com gremlins? (Se você tem menos de vinte anos e/ou não assiste à sessão da tarde, descubra o que são gremlins aqui). Basicamente porque elas entram na sua vida como aqueles bichinhos fofinhos e peludos, e caso uma regra especial seja quebrada, elas viram uns bichos feios, verdes e gosmentos com um enorme potencial destrutivo. No caso dos gremlins reais, essa regra era alimentá-los após a meia noite. No caso das gremlins humanas essa regra é mais sutil, e consiste em mudar o relacionamento de nome.

Agora é diferente! Sou sua namorada!

Eu explico: para a maior parte das mulheres, boa parte do tempo de uma relação afetiva é consumido tentando fazer upgrades na mesma; ficantes querem virar namoradas, que querem usar anéis de compromisso, e depois virarem noivas, que por sua vez querem virar esposas. Os homens por sua vez normalmente querem manter as coisas como estão.

Não vou entrar no mérito do porque a mulher quer tanto ir adiante, já que esse não é o objetivo do texto (até daria outro post interessante…rs). A conversa que motivou o post da Bem Resolvida falava sobre o porque da resistência dos homens. Basicamente, essa resistência existe porque todo homem adulto, praticamente sem exceção, já conheceu o poder destrutivo de uma gremlin em sua vida, e acredite, não temos a menor vontade de ver isso de novo.

Por alguma razão estranha, as mulheres mudam. Normalmente essa mudança coincide com uma mudança recente no nome da relação (promoveu a ficante a namorada? Aguarde…), e é uma mudança pra pior. Antes ela não implicava com o seu futebol de sábado, com o chopp com os amigos depois do trabalho, ou se você tem que estudar e não vai poder vê-la em um dia específico. Agora, meu amigo, é um festival de cobranças e lamúrias que chega a te deixar tonto. Vai implicar com os seus amigos sim, vai fazer cobranças chatas sim, vai fazer coisas que eu pessoalmente considero incontornáveis, como chantagens emocionais e querer ser dona de todo o seu tempo livre. Às vezes a mudança é gradual, e às vezes é brusca, mas pode contar que ela vai acontecer. Parece que as senhoritas se sentem validadas pela nova condição, e querem colocar pra fora grilos que tinham e dos quais não falaram antes.

Eu honestamente acho que as mulheres deviam dar mais atenção à relação em si do que aos rótulos. Mulher bem resolvida não enche o saco de ninguém por causa de nome de relação, e sobretudo não espera isso pra colocar pra fora suas insatisfações. Ela deixa as coisas acontecerem naturalmente, e usa o seu poder de fêmea (adoro essa expressão…rs) para levar o cara pra onde quiser. Mulher desesperada pra virar namoradinha, ou noivinha, ou similares já queima a largada mostrando o quanto é chatinha, e já está deixando a pele verde e gosmenta aparecer por baixo dos pelos.

Isso não é uma regra absoluta (sim, eu sei que você está lendo e pensando ‘eu não sou assim!’; lamento decepcionar, mas provavelmente é sim. Uns 90% das mulheres é uma gremlin em potencial, mas só uns 5% percebe e reconhece), mas infelizmente só mulheres muito bem resolvidas enxergam a situação de forma a administrar bem o relacionamento. Infelizmente porque mulheres assim são minoria…rs. As gremlins são absoluta maioria, sendo facilmente encontradas em todas as regiões, faixas etárias, classes sociais e grupos étnicos.

Então, se o seu ficante gente boa não está animado para te promover, não tire conclusões apressadas sobre o comportamento masculino padrão. Ele provavelmente foi vítima de uma gremlin, e está apenas tentando não ver outra coisa verde e asquerosa em cima dele.

Anúncios

29 Respostas to “Mulheres gremlin: você ainda vai ter uma!”

  1. hahahaahahahahahahah

    cara, ainda ontem meu tetéio me levou pra almoçar para conversarmos sobre como estamos e tal.
    Isso tudo pq ele comentou que conversava não sei o que com aex…opa…a ex…não me incomodeu com isso mas me senti insegura e falei pra ele: EStou me sentindo insegura pois não tenho nada sólido (realacionamento sério) para me dar segurança em uma situação dessas. Pronto aí ele me levou pra almoçar pra conversarmos sobre isso…e no final eu tive que dizer pra ele que aquilo foi só um comentário, que estava tudo bem a nossa relação sem denominação, e ele acabou achando que colocou os burros na frente dos bois. Achei cedo pra conversarmos sobre isso e desnecessário se está tudo bem, mas ele não está acostumado com mulher assim como eu…hehehe
    Claro que o que me fez sentir insegura foi o fato de não termos compromisso, saber que ele conversava com a ex me trouxe pensamentos do tipo: Será que ele vai sair com ela? Será que ele quer?? E meu EGO não entende como ele poderia imaginar em ver outra estando comigo!! rsrsrs
    As mulheres querem namorar pq elas querem essa segurança, poder confiar que o cara não vai ficar com outra, mas o que acontece é que a maioria pressiona o cara, e acho que ele se sentiu pressionado com meu comentário, embora não fosse minha intenção. Eu poderia muito bem ter dito pra ele na nossa conversa : quero começar um namoro sim. AGORAAAAA!!! rs mas não foi o que eu fiz, disse que era cedo pra conversarmos ou pensarmos nisso. As coisas estão tão boas, não quero dar um passo maior que a perna.

    Agora…não são só mulheres que viram gremlins, meu caro, eu já tive alguns na minha vida. Tem homem que tambem quer ter uma estabilidade, uma segurança. Na verdade todo ser humano quer se sentir seguro em algum tipo de situação na vida, quem não quer? Mas essas pessoas gremlins tem que tentar entender que tornar uma relação casual em algo sério não dá o direito de mudarem a vida da pessoa, os costumes. Na verdade as coisas tem que continuar como antes do namoro, a diferença é que agora vcs podem ter a confiança que nenhum dos dois vai sair por aí atrás de uma terceira ou quarta pessoa (embora não seja sempre assim…hehe). O nome NAMORO só deve dar direito à essa segurança, mais nada!! Ninguém é dono da vida de ninguém.

    E te digo uma coisa, meu amigo. É claro que falei dessa coisa de mulher gremlin pro sexy nerd, ele riu abeça e concordou que é assim mesmo e já me disse que tem certeza de que eu não sou uma!!
    amém!

  2. Ninha said

    Hahahahhaha, tá bem correto o post… eu não vou dizer que sou totalmente livre de ser uma gremlim, ams eu evito mutio, porque eu também detesto ter que doar todo o meu tempo, porque eu detesto ligações perguntando onde, com quem, quando, como e por que irei fazer alguma coisa… em alguns aspectos, sou homem de saias! rs!

    Mas tenho minhas recaídas…

    Bjão!

  3. Gisa said

    ???? 😥

    É tudo verdade, concordo com o que foi dito. Fui assim, e tive que aprender na porrada, fazer o que?!. Na verdade, para que ter rótulo? O que interessa é um maravilhoso beijo gostoso, um carinho por todo o corpo, caminhos que vão te levar a loucura…
    E o por que de só encontramos homens com tais pensamentos? Não julgar que todas são “coisas verdes ou asquerosas”, elas aprendem.

    Abraços

  4. Bee said

    Ok, eu sou uma gremlin !

    =/

  5. Bee said

    mudarei.

  6. Sátiro said

    Bem Resolvida:

    Eu entendo perfeitamente a necessidade da segurança. O problema é que entre a necessidade de segurança de um lado, e o desejo de preservar o seu espaço do outro, cria-se uma lacuna que é difícil vencer sem atrito. É necessário diálogo e uma boa dose de maturidade de ambas as partes.

    E eu acredito que existam homens gremlins, mas certamente as mulheres são mais frequentes…rs

  7. Rê F. said

    hum… esse assunto é incômodo! rsrs… Eu acho sim que a insegurança é o maior responsável por esse comportamento, e pra mulher ter segurança, o homem precisa DAR segurança! E veja bem, até a Bem Resolvida, que é bem resolvida, precisa saber algumas coisas sobre o relacionamento… rsrs…

    Agora, te confesso que o comportamento de umas meninas/mulheres por aí me incomodam extremamente. Esse desespero todo pra casar! Puxa, os tempos mudaram… a mulher pode ser independente, não precisa mais casar pra sair da casa dos pais ou pra se sustentar, ou pra poder fazer sexo sem culpa… Sei lá… rs… eu fico satisfeita com um relacionamento onde exista carinho e respeito sem necessidade de rótulos… (serááááá?! acho que sim, mas é melhor não alimentarem minha insegurança depois da meia-noite… hahahahaha…)

    Beijinhos… sumi, mas de vez enquando apareço!!!

  8. Sátiro said

    Hahahahahaha, Rê, seus comentários fazem MUITA falta por aqui…

    Entendo que dar segurança é interessante, mas na minha cabeça mostrar que há respeito, carinho, admiração, reciprocidade de sentimentos deveria ser suficiente. Se pra se sentir segura alguém precisa invadir violentamente o meu espaço, pedindo um rótulo pra validar a invasão, infelizmente teremos problemas.

    E se o comportamento delas te incomoda, imagine a nós homens que somos a parte prejudicada? Mas como gosto de exercitar meu lado Poliana, até isso tem um lado positivo: esse comportamento acaba sendo um filtro interessante; mostra muito dos valores da mulher em questão, e consequentemente que tipo de compania ela será.

  9. Pois é…essa segurança não precisa vir com um rótulo, mas com um desejo de estar com aquela pessoa e se dar, não se importando se isso der em um sentimento maior ou não.
    Se estou com um cara, tudo vai bem e ele se mostra travado, se bloqueando, estando comigo 50% pois não se permite se envolver de verdade….ah, vai te catar….tá com medo compra um abajur pra não dormir no escuro.
    Na realidade, depois de uma outra conversa com o bonito percebi que realmente o r´ptulo não é o que realmente pode me trazer essa segurança que falei mas sim que ele me dissesse o quão envolvidoestá, independente de qualquer rótulo, isso já me faria ficar segura. Como sei que ele tem problemas de relacionamento, bloqueio emocional, faz terapia e tal, eu não me sentia segura, e com razão, ontem conversando ele me olhou nos olhos e disse não estar envolvido. Ta aí a minha insegurança, meu receio…o medroso tá fugindo do que sente, quer se enganar e me enganar. Mandei ele me esquecer e só me procurar se resolver estar comigo sem medos, deixar os sentimentos guiarem ele…eu é que nao vou ficar com um covarde que tem medo de se envolver!!!
    Foi simples assim…não pedi em namoro, não quero tirar sua liberdade de ir e vir, mas não vou ficar com um cara que não admite o que sente por mim nem pra ele mesmo. me amo muito pra ficar com um bundão!!
    Assim como tem mulheres gremlins, tem homens que se cagam de medo de se apaixonar!!!

    Aiai, pretendia chama-lo no próximo final de semana pra irmos em algum inferninho arrumar uma terceira pessoa pra nossa cama…e fiz questao de falar isso pra ele e dizer “que pena, não vai acontecer” pq ele é um cagão! hihihi fui má???

  10. Carol. said

    Hahahaha..adorei esse post, é muito verdadeiro! ;P
    Mas e essa avalanche de blogs de homens escrevendo sobre mulheres???? É um tipo de ataque à nossa classe??? Ok, vocês tem todo o direito.
    Beijos.

  11. Sátiro said

    > Bem Resolvida
    Realmente se entregar e receber pé atrás como resposta é foda. Você milita pela minha causa: não encho o saco com bobagens e cobranças infantis, mas na hora de estar junto e estar presente numa relação, estou lá 100%, não sou morno. É só o que importa, e se a outra pessoa não reconhece e não valoriza, sorry, foda-se, cresça.

    >Carol
    Ataque à classe? De jeito nenhum, eu adoro a sua classe…rs

  12. Nanda * said

    Eu nunca fui gremlin! =D

    Não deve ter dado tempo, meus 2 namoros duraram 2 semanas…rs
    deve ser algo com o número 2 sei lá
    aff

    Primeira vez que venho aqui e adorei
    parabéns

  13. Lyla said

    Caro Sátiro
    Chega a ser anedótico esse ponto de vista. Por isso os homens se referem a namoro como se amarrar e a casamento como se enforcar? 🙂
    De maneira geral, acho que as mulheres são muito mais dispostas a se relacionar e se envolver. Efeito da ocitocina? Do estrogênio? Vai saber!
    O curioso é que nas vezes em que se inverte a situação, as mulheres são taxadas de malvadas. O carinha fica lá, parece um papagaio de pirata, não sai do ombro da garota, liga, manda flores e a garota até o acha legal, mas promovê-lo a namorado, nem lhe passa pela cabeça.
    Aí o gajo fica enchendo a cara por aí, urrando de dor e dizendo que mulher não presta, que quem gosta de homem é viado, mulher só gosta de dinheiro, etc. e outras sandices.

  14. Cris said

    Ótimo post, ri muuuuito.
    Somos todas Gremlins me potencia, temos que saber disso pra não deixar que qq aguinha em cima da gente nos tranforme em bichos grudentos, rsrsrsrrs.Adorei.
    beijos

  15. Sátiro said

    Cara Lyla;

    Pessoalmente não tenho nenhum problema com relacionamento e envolvimento. Mas tenho muito problema com romantismo barato e idealizado; e com pessoas que não entendem que a outra pessoa tem necessidades pessoais, vida própria e um espaço a ser respeitado. E acho que nesse quesito as mulheres costumam ser mais pentelhas, embora certamente haja muitos homens que também sejam um pé no saco. Mas não acredito que a causa seja hormonal não. Acho que seja mais cultural mesmo. Enquanto o menininho é estimulado a brincar com soldadinhos, a menina vai brincar de boneca se imaginando mãe de família; enquanto o menino vai ver filmes de luta com os amigos, a menina vê as amigas suspirando por filmes em que a mocinha e o mocinho ficam juntos e felizes pra sempre. Nessa brincadeira valores são criados, personalidades lentamente se formam.

    E como já disse aí em cima, acredito que hajam homens gremlins também, embora as mulheres sejam mais frequentes. E não acho malvadas as mulheres que lhes dão merecidos pés na bunda não.

  16. Lyla said

    Prezado Sátiro
    Não estou dizendo (desculpe o gerúndio…) que você tem problemas com relacionamento.
    Quando digo anedótico é porquê todo mundo repete isso: que mulher gruda, que mulher isso, que mulher aquilo. Mas quando a garota tem uma independência, os homens se assustam. E aqui falo de independência financeira e emocional: ter seu próprio carro, sua própria casa e um salário razoável e com isso ter mais no que pensar e sentir, vislumbrar horizontes além da relação.
    Os homens em teoria acham isso legal: mas quando se dão conta da independência da mulher, de verdade, ficam olhando como quem vê um bicho raro.
    Curioso é que só percebi isso em brasileiros e outros sul americanos. Homens estrangeiros acham muito normal mulher independente.
    Então, claro que a mulher gremlin é a overdose do grude, mas veja bem, o brasileiro não está preparado pra ter mulher independente de verdade. Não é do seu feitio: alguém não grude, mas mais ou menos ali na sua cola é o que lhe cai melhor.

    • Bruna S. said

      Lyla: minha querida: 99% dos estrangeiros tem problemas relacionados à propria sexualidade. Só vc. nao percebeu o porque mais vale um sul americano na cama que dois europeus juntos!!! Eu tbem conheci gremilins no exterior… E lhe digo, sussurrando,… “BURRA”: eles nao reconhecem independencia porra nenhuma… eles querem ser bancados! Ademais, ressalto: suas frases sao de uma verdadeira GREMILIN FRUSTRADA!!!! ReconheÇa esse perfil psicologico gravado nas entranhas da sua personalidade. by Bruna

  17. Sátiro said

    Prezada Lyla:

    Muito embora eu concorde com o que você diz, de que mulher independente assusta, eu tenho que dar uma protestada na generalização: embora sejamos minoria, alguns homens gostam e até preferem mulheres independentes. Financeira e emocionalmente. Embora não haja a sensação de segurança proporcionada por uma mulher mais limitada, sou de opinião de que a mediocridade deve ser combatida; e não há nada mais medíocre do que se apegar a uma mulher porque ela não brilha o suficiente para te ofuscar, portanto não te ameaça.

    A relação com uma mulher verdadeiramente independente não deixa que o homem se acomode, o força a ser uma compania realmente boa, mas tem muito mais a oferecer.

    De maneira geral eu até acho que você está certa: a cultura machista latina não é o melhor lugar para a independência feminina florecer, mas dê uma chance aos nossos machos: da mesma forma que eu não diria que toda mulher é gremlin, considere que mesmo sendo difíceis de achar, existem homens dispostos a tentar novos modelos de relacionamento, valorizando e admirando as mulheres que exploram todo o seu potencial.

  18. ah mulheres independentes…acho que os homens deveriam valorizar essa espécie mas as vezes eles cagam de medo da raça. eu que o diga. Não duvido nada ser trocada um dia por uma patyzinha filhinha de papai que ganha graninha pra night e tem carrão pra buscar o bofe….exatamente pq esse tipo não dá o risco do cara se sentir menor diante da parceira, tipo :ela é independente e eu moro na casa do papai (ham ham EU moro sozinha e ELE mora na casa do papai…hehehe).
    Quanto a parada que vc falou sobre meninos veem filmes de luta, meninas brincam de boneca….cara….será que é por isso que eu sou assim? Eu cresci brincando com os meninos, jogava futebol de botão, andava de skate (que ganhei no xou da xuxa), jogava futebol na vila….hahahahahah
    e te digo mais…to criando uma mulher bem resolvida então, pq minha filha prefere mil vezes um dinossauro com cara de mau do que uma barbie 😛

    hahahahah beijos!!

  19. Lyla said

    Oi Sátiro
    Essa conversa me lembra um episódio do Sex and the City, no qual a Miranda compra um terno para o boyfriend,que é barman. Aí o cara fica possesso, devolve o terno e ainda termina o namoro. Lembro-me dela dizendo “estou sendo punida porquê sou bem sucedida?”
    Não há muita saída porque a gente não consegue ser de outro jeito, não dá pra desfazer tudo que já se fez na vida nem esquecer o que se aprendeu. Não apregôo essas características de que te falei, mas, sabe como é, depois de um tempo tudo fica evidente.
    Sim, também acho que há uma minoria mais consciente e legal. Tanto entre os homens quanto entre as mulheres. Essas gremlins a quem você se refere são pessoas inseguras e controladoras, que mal sabem que todas essas manobras só servem pra detonar a relação.

  20. Sátiro said

    Eu vi esse episódio, Lyla. O cara ainda tentava pagar o terno, mas era absurdamente caro para os padrões dele, e a situação ia ficando cada vez mais constrangedora.

    Mulher muito melhor sucedida do que o homem é uma coisa que mexe com a vaidade masculina mesmo. Sendo completamente honesto, acho que dificilmente um homem lida 100% bem com isso; mesmo os que tem boas cabeças podem sentir-se algo incomodados às vezes. Mas há os que surtam, e os que param e refletem que a relação vale a pena e é maior do que isso (se for o caso, claro).

  21. Lyla said

    Então você assistia Sex and the City?
    Pensei que os homens só assistiam a futebol, luta-livre e filmes de ação…hehe just kidding!

    Infelizmente nunca vi uma relação muito díspar em termos financeiros dar certo, só quando o cara era o mais bem sucedido.

    Em termos de série, tenho assistido Dexter e confesso que raras vezes uma série me agradou tanto! Mesmo Sex and the City era meio cansativo. Talvez porque o mundinho das mulheres novaiorquinas não parecia muito interessante.

  22. Sátiro said

    Assistia, sim, Lyla, e achava legalzinho. Algumas coisas do universo feminino são interessantes. Outras são um saco…rss… revista Nova pra mim parece uma publicação humorística de tanta coisa ridícula, mas Marie Claire eu confesso que se cair nas minhas mãos eu leio numa boa. Nem só de esportes de contato vive o homem contemporâneo… hahahahaha!

    Dexter é sensacional! Assisti às duas primeiras temporadas inteiras, e estou ansioso pela terceira, que está prestes a sair nos EUA… 🙂 .

  23. Lyla said

    É verdade, revista Nova é o fim.
    Mas a VIP parece uma versão masculina da Nova, você não acha??
    Da Marie Claire eu gosto muito, apesar daquela seção de relatos escabrosos do tipo “transei com meu cunhado”.

    Sim, muita coisa do universo masculino é interessante também! Já mesas redondas de futebol…quem passou a bola pra quem em tal passe…

    Você assistiu Dexter no DVD? Ou em alguma tv a cabo americana? Aqui o FX começou a exibir a segunda temporada esta semana.

  24. menino pára de reclamar do meu template 😛

    eu enjôo rápido dos templates e fico mudando sempre pra variar só que o blogger só tem uns poucos e eu não sei como fazer ou usar um template de fora do blogger então vou ficar mudando cores até usar todas!!! rsrs

    semana que vem tiro o vermelho 😛

    bjs!

  25. kellen said

    Interessante…
    Não vou me defender e nem defender as mulheres em geral, mas acredito que isso se encaixe aos homens também…
    Tem fofo que quer tomar chope com os amigos, mas não quer que a namorada vá tomar chope com as amigas, pq? Não são gremlins também? rsrs

    Vim parar aqui depois de ler um comentário seu no blog do Cafa. Gostei daqui.

    Abraço

  26. Débora said

    Gostei do seu texto, e também dos comentários que você fez para o Cafa (www.manualdocafajeste.com)são sempre sensatos. Devo admitir que nós mulheres somos gremlins. Mas acho que a maioria das mulheres tem a necessidade de se sentir segura, talvez seja por isso esta neura em ser promovida no relacionamento. Já os homens não querem, não conseguem ou não sabem passar esta segurança, ai começam as cobranças. Já me senti muito segura com homens que saí poucas vezes. Acho que para as mulheres não se tornarem gremlins também depende dos homens.

  27. Lou said

    Muito interessante…
    Estou começando a gostar de ler o que os homens pensam sobre as mulheres.Vim parar aqui depois de ler seu comentário no blog do cafa.Quanto ao post, sempre fui a tranquila da historia e acabei passando por relacionaementos onde os homens não aceitam ou não sabem lidar com a independencia financeira e emocional da mulher.Por fim , até um casamento com alguém que declarava ser vacinado contra isso..chegou ao fim.Não gosto de extremos…mas aos 38 anos, e convivendo muito com homens no ambiente de trabalho, posso dizer …os homens da minha geração não foram preparados para encarar um relacionamento com uma mulher bem resolvida e bem sucedida profissionalmente e pessoalmente.Se vc é uma feliz …tranquila …já incomoda.
    Tem que ser esse ”modelo” que vc descreveu para teoricamente ficar dentro do normal.Desculpa …to fora e como já disse outra leitora…estou educando uma ”mulher” para ser tão ou mais independente…arrebenta na natação…judo…escola d esportes e fica fofa e doce de bailarina…coitada!!! Imagina o que a espera…risos (só quero que ela possa fazer sua escolhas e ser feliz)

    beijos …voltarei mais vezes.Muito bom te ler.

  28. maria said

    eu fui casada com um “homem gremlin” por 17 anos! acho que por isso devo fazer parte da minoria dos 5 por cento… não quero ser promovida a namorada, esposa ou coisa parecida… ser amada e respeitada é tudo o que quero e tudo o que nunca fui… de nada valeu ter sido esposa… aprendi a lição.

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: