Infâmias

Sarcasmo, ironia e acidez

Como nasce um psicopata

Posted by Sátiro em março 3, 2008

Jonathan chega à casa logo após o anoitecer; mesmo após oito anos preso ainda pode chegar lá de olhos fechados. É um horário propício aos seus planos, já que toda a família está em casa neste horário. A rua tranquila favorece suas ações; apenas uma senhora passeando com o cachorro cruzando a esquina. Ele segue pelas sombras sorrateiramente, e com facilidade salta a cerca branca de madeira, mais decorativa do que efetivamente protetora.

Sparks, o poodle branco da família se aproxima. Cheira o ar desconfiado, mas o reconhece e se aproxima, alegre, pedindo atenção. “Mesmo depois de tantas cicatrizes e do cheiro de mofo da cadeia, o bicho me reconhece”, pensa Jonathan; “pior para ele”. Enquanto afaga o animal com a mão esquerda, com a direita saca um estilete do bolso, e em um movimento perfeitamente coordenado segura com força a mandíbula do bicho e corta-lhe a garganta de lado a lado. O corte é tão profundo que um segundo golpe teria separado a cabeça do corpo. Sparks estrebucha enquanto seu sangue jorra em jatos longos que brevemente cessam. Quatro segundos e todo o movimento termina.

Contornando a casa, Jonathan entra pela porta dos fundos e chega à cozinha. A família está jantando na sala, e seu irmão mais velho Kevin aparece de repente, com uma lata de cerveja vazia nas mãos. Por um minuto encaram-se, um misto de surpresa e medo nos olhos do irmão, que se agrava à medida em que ele notava o sangue ainda fresco fazendo brilhar a surrada jaqueta de motoqueiro.

Antes que Kevin esboce qualquer reação, Jonathan segura com firmeza o cabo de uma panela no fogão, e lança seu conteúdo fumegante contra seu rosto. Antes mesmo de perceber que o molho de tomate em ebulição contra suas retinas o havia cegado, seu cérebro entrou em colapso: a pesada panela de ferro, agora vazia, descera como um martelo atingindo o topo de sua cabeça. Olhando para o irmão no chão em convulsões, Jonathan ainda teve tempo de pensar no quanto era interessante que o sangue se distinguisse do molho por ser ligeiramente mais escuro.

Com a mesma panela atingiu o queixo da mãe que entrava, num golpe de baixo pra cima tão poderoso que – apesar de seus quase cem quilos – a velha senhora chegou a tirar os dois pés do chão antes de desabar pesadamente, inerte. Viveu por mais um instante, até que um pé calçando botas de escalada sujas de barro atingisse sua garganta num único golpe seco. Ouvidos atentos teriam conseguido ouvir o estalido seco da traqueia se quebrando.

Nesse momento, ele o viu. Sentado na mesma poltrona, estava seu pai. Soltando a panela, Jonathan chegou a tocar o estilete, mas desistiu no último segundo. Com ele seria diferente, ele iria saborear o momento. Olhando diretamente nos olhos do velho, ele colocou suas mãos sobre as bochechas dele, que deslizaram suavemente pra baixo numa carícia mórbida. Pousando nas laterais de seu pescoço, elas se fecharam como um torno. Enquanto sentia suas forças faltarem, sua vida se esvair, o velho conseguiu apenas sussurrar: “Porque, meu filho?”.

A resposta, onze anos antes:


Pense um pouco, papai. Tenho certeza de que você vai conseguir se lembrar.

——————————————————————————————————–

*Caso não tenha dado pra notar no vídeo, a caixa é de um X-box. Caso você não saiba o que é, é um videogame ultramoderno e sonho de consumo de dez entre dez garotos dessa idade. Alguém pode me dizer como um débil mental faz isso com o próprio filho? E rindo?? E filmando ?????

Anúncios

Uma resposta to “Como nasce um psicopata”

  1. Fernanda said

    Nossa que sacanagem!
    Como puderam fazer isso com a criança?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: